Com dores, fome e em local inapropriado, pacientes de câncer esperam mais de 06 horas por carro da prefeitura de Caetité

Pacientes esperaram por mais seis horas, sentados em bancos de rua e sem qualquer apoio. 

Pacientes de Caetité, que fazem tratamento de câncer na cidade de Vitória da Conquista, e que dependem do transporte TFD da prefeitura, viveram na quarta-feira(15/09),momentos de descaso, falta de acolhimento e planejamento por parte do poder público. 

Após serem submetidos a quimioterapia e radioterapia, que proporcionam efeitos colaterais como dores, enjoos e fraqueza, os pacientes tiveram que esperar pelo carro do transporte por mais de seis horas. Segundo o relato enviado a reportagem do Radar 030, os pacientes estavam liberados ao meio dia, mas só foram pegos após às 18:00 horas. Os pacientes permaneceram em plena rua, sem alimentação, com fome e em local isolado e sem qualquer tipo de conforto.

No desabafo a usuária do serviço ainda informa que o motorista é uma pessoa gentil que não tem culpa, e que tinha levado o carro para efetuar uma revisão. Relatou ainda que existe super lotação no transporte, que não existe se quer cortinas no carro, e que pacientes sentam no corredor do veículo para esticas as pernas. 

"...más  isso acontece porque  nenhum  dos políticos  faz uso de um transporte precário, no sentido  de conforto, não  temos  espaços  nem para colocar os pés, sentimos cãibras, dores. Chegou o ponto de pacientes sentarem no corredor para alongar as pernas, superlotação  total,  em qualquer  lugar a pandemia  continua exceto  para os pacientes que fazem  uso desse transporte que não  tem nem se quer uma cortina para proteger do sol."

Em um vídeo enviado a  reportagem do Radar 030, é possível vê os pacientes sentados em bancos em plena rua, exaustos e  em um rua deserta mesmo após a serem submetidos a tratamento tão doloroso e complicado. 

Na propaganda, a prefeitura diz que vem investindo no serviço, mas a verdade é que os pacientes continuam na bronca pela péssima qualidade do transporte que vem sendo oferecido. Confira na integra a nota enviada a reportagem do Radar 030. 


 "Boa noite!

É  com imensa indignação  que resolvi desabafar  nesse site. Ontem  dia 15 de setembro  do ano em curso tivemos um constrangimento  que não tenho  palavras  para expressar  o quanto, faço tratamento  em VITÓRIA  DA  CONQUISTA. O motorista  comunicou  que teria de fazer  revisão  no carro, Os pacientes  que  fazem quimioterapia  estavam pronto  ao meio dia, porém  como o carro  estava em revisão  tivemos o desabor de ficar até  as 18 horas com fome,, cansados, com dores pois o tratamento  só quem sabe são os que fazem. Falta de respeito, humanidade, vergonha, pois todos Já tinham  saído  e ficamos a mecêr de qualquer  situação  de  riscos, más  isso acontece porque  nenhum  dos políticos  faz uso de um transporte precário, no sentido  de conforto, não  temos  espaços  nem para colocar os pés, sentimos cãibras, dores. Chegou o ponto de pacientes sentarem no corredor para alongar as pernas, superlotação  total,  em qualquer  lugar a pandemia  continua exceto  para os pacientes que fazem  uso desse transporte que não  tem nem se quer uma cortina para proteger do sol. Ainda para afrontar a população  CAETITÉSE  falam que p transporte foi comprado com benefício  próprio, realmente, com os altíssimos  impostos  que nos pagamos, somos obrigadas a pagar. Fica a pergunta o momento  de transportar pacientes é  horário  de fazer revisão  em carro? Mas vou deixar bem claro que o motorista  é  uma pessoa  muito  boa e não  tem nada haver com isso, apenas obedece ordens.  Já fui e estou sendo lesada demais por esse município  que é  terra sem leis, vou lutar pelos meus diretos doa a quem doer..... Vamos exigir  nossos exames de laboratórios, bolsa colostomia, vale alimentação todos os municípios  repassa a verba para os pacientes FORA CAETITÉ.  Só vejo uma saída que o prefeito  de Guanambi  Nilo Coelho leve a Unacon para Guanambi, pois lá tem compromisso  e responsabilida com a saúde  e direitos humanos. Coisa que em CAETITÉ  não tem."